Dicas para palestrantes: como ser mais persuasivo

Performance

Dicas para palestrantes: como ser mais persuasivo

Smartalk
Escrito por Smartalk em 20 de junho de 2016
FAÇA PARTE DA NOSSA ACADEMIA

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Uma das principais dificuldades de quem palestra é descobrir como ser mais persuasivo sem que a sua apresentação se torne chata e cansativa. O medo de não conseguir expor as suas ideias de forma clara e concisa é bastante comum — mas com um pouco de conhecimento sobre o funcionamento da mente humana e com os gatilhos certos, você com certeza é capaz de se tornar um palestrante de primeira.

Veja, em nosso post de hoje, algumas dicas para palestrantes e comece a praticar agora mesmo. Vamos lá?

Dicas para palestrantes

Estude o seu tema com afinco

Como dissemos, o primeiro segredo para se tornar um bom palestrante é se tornar uma pessoa com poder de persuasão. E, para isso acontecer, é importante que você fale de uma área na qual você tem conhecimento — e, claro, paixão.

Sendo assim, estude o seu tema o máximo possível e preste atenção em todos os detalhes, pois eles podem fazer a diferença. É preciso se aprofundar no assunto e criar uma apresentação de alta qualidade, baseada naquilo que foi aprendido.

Organize o conteúdo da sua apresentação

Depois de estudar o seu tema por horas a fio (ou até mesmo por dias, por que não?), você precisa organizar todo o seu conteúdo da forma mais clara e direta possível. Uma das melhores dicas, nesse momento, é redigir pequenas notas ou alguns tópicos que vão te guiar durante a sua palestra.

Mas lembre-se de que, na hora da apresentação, quanto menos você se prender às anotações ou aos tópicos dos slides, melhor será o resultado. Afinal de contas, falar de forma direta, usando essas palavras de apoio apenas como exemplos ou ilustrações, deixa o momento mais leve e o discurso mais fluido.

Faça treinamentos em casa

Não se esqueça de que quanto mais você praticar, melhor serão as suas palestras! Se você está prestes a participar da sua primeira apresentação, tente treinar o seu discurso na frente de um espelho ou peça a ajuda de um amigo ou de algum membro da sua família. Dessa forma, você ganha mais segurança e se sente mais preparado para falar em público.

Além disso, você pode se gravar com uma câmera e assistir o resultado depois, notando como está a sua postura e quais são os seus trejeitos e as suas manias. Você também pode mostrar esse conteúdo para pessoas próximas para que elas opinem e sugiram algumas dicas para você melhorar.

Falando assim, pode até soar como um processo complicado, mas na verdade é bem simples — e tende a ficar cada vez mais fácil à medida que você prossegue com os seus treinamentos.

Invista na geração de autoridade

Uma dica muito útil para quem deseja saber como ser mais persuasivo é despertar autoridade no seu público. Para isso, você precisa mostrar que é um especialista na área e falar a respeito de algo sobre o qual obtém um profundo conhecimento.

Se você já é um especialista e deseja despertar a autoridade no seu público, é importante apresentar, logo no início, um rápido portfólio sobre você, as suas qualificações, a sua área de atuação e o seu trabalho. É importante demonstrar logo de cara que você conhece de forma profunda aquilo que pretende abordar.

Isso não significa que você deva ser pedante ou se mostrar como o melhor, mas, sim, passar autoridade e confiabilidade para o seu público.

Use gatilhos mentais

Um recurso comum para quem quer ser mais persuasivo é usar gatilhos mentais na hora de falar ao seu público. E isso significa que, muitas vezes, você não é persuasivo por o que você diz, mas, sim, como você diz.

Esses gatilhos mentais podem ser frases — mas também gestos ou analogias — sobre o assunto que vão despertar algum tipo de emoção ou reação no seu ouvinte, fazendo com que ele fique mais empolgado com o que você está sendo dito.

Conte algumas histórias

Você já observou que os melhores palestrantes são justamente aqueles que, no meio de uma explicação, começam a contar uma história envolvendo o assunto abordado naquele momento?

Isso nada mais é do que um recurso para se passar informações para o seu público ou para um cliente, que percebe, de forma inconsciente, que aquela informação é válida e importante para a vida dele. E é assim que se ganha o público.

Se você tem dificuldades em contar histórias, pense, logo após de fazer a sua pesquisa, sobre como aquela informação já passou na sua vida em alguma situação interessante. Relate isso por meio de histórias que você já ouviu ou até mesmo por meio de um relato pessoal — desde que essas histórias sejam reais, é claro, e tenham detalhes que vão entusiasmar e prender a atenção da sua plateia.

Na hora de contar a sua história, use relatos mais simples, pois, o erro de muitos palestrantes é contar histórias utilizando palavras difíceis, com a intenção de mostrar a história de uma forma mais rebuscada e inteligente. Mas é justamente o contrário: quanto mais simples é a sua história, melhor. A simplicidade é um excelente gatilho mental para o seu público. Histórias exageradas tornam a sua palestra chata.

A aplicação dessas dicas

Essas dicas servem para os mais diversos tipos de pessoas. Por exemplo:

  • professores que desejam dar uma aula interessante e prender a atenção dos seus alunos;
  • palestrantes que vão falar de algum tema específico e desejam persuadir o seu público;
  • vendedores que pretendem apresentar um novo produto ou serviço e precisam convencer uma plateia de possíveis clientes a adquiri-lo.

Lembre-se de que não é o fim do mundo se a sua primeira palestra não correr exatamente como imaginou. Como diria o ditado, a prática leva à perfeição. Então tenha calma e persista.

Você gostou do nosso post com dicas para palestrantes? Percebeu como algumas táticas extremamente são a resposta para como ser mais persuasivo? Deixe um comentário e conte para a gente qual é a sua opinião.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

FAÇA PARTE DA NOSSA ACADEMIA