Saiba como usar a psicologia das cores em seu negócio

Design

Saiba como usar a psicologia das cores em seu negócio

Smartalk
Escrito por Smartalk em 27 de setembro de 2016
FAÇA PARTE DA NOSSA ACADEMIA

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quem nunca ouviu falar que o McDonalds usa o vermelho e o amarelo em seu logo e decoração das lojas porque estas cores estimulam o apetite? Este é um dos possíveis empregos da psicologia das cores em um negócio.

Mas essas explicações psicológicas vão um pouco além desse tipo de simplificação. Mesmo porque, dependendo do local em que seu negócio se encontra, a psicologia e o significado das cores ao redor do mundo, assim como os sentimentos que elas transmitem ao público, podem mudar.

Por isso, desde o momento em que você decide fazer seu logo, seus materiais de comunicação e a decoração e o layout de pontos de venda, esses fatores relacionados a interpretação das cores devem ser sempre levados em conta.

Para auxiliar você a tomar este tipo de decisão, reunimos uma série de informações relevantes sobre o uso da psicologia das cores nos negócios, como elas podem estimular vendas e ajudar a posicionar sua marca nos corações e mentes dos consumidores.

Usando a psicologia das cores em seu negócio

Antes de falarmos mais especificamente dos sentimentos que cada cor pode despertar em clientes e consumidores, vamos analisar algumas curiosidades sobre as cores na hora em que as pessoas vão tomar decisões de compra.

Curiosidades sobre o uso de cores na propaganda

  • 92% das pessoas acreditam que imagens coloridas representam mais qualidade.
  • 90% das decisões de compra por impulso são influenciadas somente pela cor.
  • O reconhecimento de uma marca colorida é 80% maior do que quando está em preto e branco.
  • 83% das pessoas pensam que cores indicam sucesso.
  • 76% dos comerciantes acreditam que cores fazem o seu negócio parecer maior para os clientes.
  • Imagens coloridas matem as pessoas atentas por quase 3 vezes mais tempo que as imagens em preto e branco.

Só de ter acesso a estas informações, fica bem claro como a psicologia das cores é um fator determinante para negócios!

O significado das cores

Lembre-se que este é um guia de referências sobre a psicologia das cores. E que além destas percepções poderem variar de um lugar do mundo para outro, como dissemos, cada pessoa tem sua percepção pessoal, não só das cores, mas do mundo em geral.

Por isso, ao empregar estes conceitos para definir o posicionamento, a identidade visual e o branding de sua marca, leve em conta outros fatores, como influências regionais, cores usadas por concorrentes e até por times de futebol da cidade ou do bairro.

Azul

A cor azul é tradicionalmente usada para transmitir solidez, segurança, tradição e confiança.

Além disso, está bastante relacionada com a calma, como na expressão “tudo azul”.

Por esta razão, empresas e corporações que demandam mostrar que são confiáveis, como bancos, escritórios de advocacia e contabilidade, e agências reguladoras governamentais, costumam usar muito esta cor, principalmente no tom escuro.

Além disso, alguns acreditam que visualizar a cor azul pode estimular a produtividade.

É bom lembrar que a cor azul também tem ligação com a água e o céu, o que pode favorecer empresas de tratamento e distribuição de água, escolas de natação, hotéis próximos da praia e empresas aéreas.

Você sabe o que a cor azul representa na bandeira da ONU? Muitos alegam que o azul também é um símbolo da paz e da união!

Verde

O significado da cor verde, a cor da natureza, é muito usado para simbolizar a ecologia e passar um posicionamento de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente, por parte das empresas.

Mas a psicologia das cores nos diz que o verde tem uma forte relação também com o crescimento e a abundância, assim como com a fertilidade e a saúde.

Por isso, muitas empresas ligadas à saúde, como hospitais e planos médicos, a usam com frequência.

Evidentemente, lojas e empresas de produtos naturais podem se favorecer de seus significados, inclusive o de juventude e vitalidade, outros conceitos que a cor verde também pode transmitir.

Vermelho

Paixão, emoção e um sinal de alerta, o vermelho deve ser usado com cuidado pelas empresas que pretendem usar o significado dessa cor na logomarca.

Quente e vibrante, não é a melhor para negócios que querem mostrar prudência e sensibilidade.

Por isso, mesmo sendo usada na Cruz Vermelha, poucos hospitais a utilizam em destaque, mesmo porque lembra o sangue…

É muito empregada em restaurantes fast food, lojas de conveniência e esportivas, mas, neste último caso, combinada com outras.

O uso mais tradicional da cor vermelha em negócios é para indicar liquidações. Por isso, se você quer mostrar exclusividade e luxo, o vermelho pode ser uma aposta arriscada.

Mas, como toda regra tem sua exceção, a Ferrari é vermelha! Paixão?

Estas foram apenas algumas dicas sobre algumas cores. Muitas outras, como o rosa e sua feminilidade; o laranja com seu calor; a luminosidade do amarelo; ou a exclusividade do negro podem ser usadas, combinas ou em diversas tonalidades.

Depois de todas essas informações sobre a psicologia das cores, ficou mais fácil ou mais difícil para você decidir qual delas usar e seu negócio? Uma dica, se você quer diversas opções, com agilidade e qualidade, pode ser usar um site de concorrência criativa e fazer seu logo online, por exemplo.

Muitos empresários têm optado por este tipo de solução via internet, em diversas áreas, como finanças, CRM, apresentações e muito mais, com resultados surpreendentes.

Este post foi escrito por Pedro Renan, CMO da We do Logos, founder da Logovia, especialista em Inbound e Marketing de conteúdo.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

FAÇA PARTE DA NOSSA ACADEMIA